sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Jeannie é um gênio

Eu simplesmente adorava esse seriado, eu já nem era tão menina quando comecei a assistir, mas via uma graça danada nas trapalhadas que ela aprontava tentando ajudar o Major Nelson a ter uma vida de amo abastado, coisa que ele não queria de jeito nenhum. Às vezes a confusão era criada pelas tentativas da Jeannie de enriquecê-lo, em outras pelos esforços dele mesmo de remediar a situação e em alguns episódios o major Hilley é que apronta, enganando a Jeannie pra beneficiar-se. Aliás, se ele fosse o amo e não o major Nelson a história seria bem diferente porque tudo o que o major Nelson tem de correto e de querer vencer pelo próprio esforço, tem o seu amigo de querer tirar vantagem de qualquer situação.


Lamentei muito quando a série acabou mas de vez em quando ainda a vejo na TV a cabo, mas já não é mais a mesma coisa. Mas seu encanto continua o mesmo.


(por Zailda Coirano)




A SÉRIE: Certo dia o capitão Anthony Nelson pousa em uma ilha após testar um avião para a força aérea. Enquanto espera pelo socorro, encontra uma garrafa com um formato estranho. Ao abri-la, uma fumaça é liberada e transformada em uma linda loira, na verdade, uma gênia aprisinonada há milhares de anos pelo nefando gênio Blue Djinn. Assustado, ele não compreende o idioma da moça que se ajoelha a seus pés. Tentando se comunicar com ela, Tony deseja que Jeannie fale e entenda sua língua. Graças a ela, seus amigos da Força Aérea o encontram. Apesar de tê-la liberado de suas obrigações em servi-lo, Jeannie através da mágica, faz com que Tony leve a garrafa consigo. Depois de muita insistência Major Nelson permite que a gênia passe a fazer parte de sua vida.

COMO TUDO COMEÇOU: Sidney Sheldon escolheu pessoalmente Barbara Eden para interpretar Jeannie. Na época, Sheldon viu em Eden uma mistura de ingenuidade e apelo sexual, elementos considerados essenciais ao personagem. Larry Hagman ficou com o papel de Tony Nelson. Fazia 9 meses que ele procurava emprego e na semana em que foi contratado já tinha feito 5 testes diversos enquanto sua família literalmente acampava na praia com menos de 20 dólares na carteira. Já o comediante Bill Daily, integrava o programa de esquetes cômicas The Steve Allen Show quando foi convidado a interpretar um pai adotivo em um episódio de A Feiticeira. Sua atuação chamou a atenção de Sidney Sheldon, que o contratou para o papel de Roger Healey. Após a contratação dos demais atores o piloto começou a ser filmado em dezembro de 1964 nos estúdios da Columbia, uma associada da Screen-Gems.

CURIOSIDADES: O estúdio e até a equipe técnica que trabalho em Jeannie é um Gênio, pertencia à série A Feiticeira, sua concorrente. Barbara Eden ficou grávida no 1º ano da série, obrigando o pessoal dos figurinos a elaborar um disfarce para sua barriga. A solução encontrada foi o uso de um véu que saia do chapéu, dava volta no pescoço e terminava do outro lado do chapéu, envolvendo o rosto de Barbara. A irmã espertalhona de Jeannie era representada pela própria Barbara Eden e quando as duas precisavam aparecer em uma mesma cena a duble utilizada era Evelyn Moriaty. Nas filmagens de Como Se uma Não Bastasse, no qual Tony prende Jeannie 2ª em um frasco de perfume. Para filmar a cena com Barbara Eden, o diretor Claudio Guzman a colocou dentro de um vidro gigante e depois convidou todos para o almoço, deixando-a presa e abandonada, enquanto se escondiam para fingir que haviam partido. Os gritos de Jeannie 2ª são na verdade a gravação dos apelos de Eden para ser salva! Larry Hagman era particularmente chegado a brincadeiras e adorava ir ao estúdio com roupas que nada tinham a ver com a série, só para divertir os colegas. Larry Hagman estava sempre sobre o efeito do álcool durante as filmagens de Jeannie é um Gênio.

OS DUBLADORES: O ator Larry Hagman foi dublado no primeiro ano pelo ator Emerson Camargo, após o segundo ano foi dublado pelo ator Flávio Galvão. Os demais dubladores eram: Jeannie: Liria Marça, já falecida; Roger: Drausio de Oliveira, a mesma voz do capitão Steve Burton em Terra de Gigantes; Dr. Bellows: Xandó Batista e Amanda Bellows: Noeli Mendes.

POR QUE DO FIM: No 5º ano da série a NBC decidiu-se pelo casamento de Tony e Jeannie. Todos, especialmente Larry Hagman, foram contrários a idéia, pois temiam o fim da fantasia. Até então Jeannie era a mulher ideal, que vivia para servir seu amo, mas com o casamento, ela deixou de ser apenas o gênio para tornar-se a esposa. Hagman ficou tão contrariado, que sua atitude nos sets passou de divertido e simpático a extremamente difícil. O consenso geral era que talvez a série tivesse durado mais sem o casamento, pois embora ela não estivesse entre as 10 melhores na época, ela ainda era bastante apreciada. Jeannie é um Gênio foi cancelada em 1970 com um total de 139 episódios.

6 comentários:

  1. também amo a série e não sabia dessas curiosidades!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorava a Jeannie e se me perguntasse o que eu queria ser quando crescesse eu ia responder que queria ser uma gênia. Eu também não sabia das curiosidades, encontrei pesquisando na internet.

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de saber como faleceu a Jeanne em que ano e de que e se seus filhos seguem a carreira de atores . Beijos Neg.

    ResponderExcluir
  4. Margareth, sua sugestão está anotada, farei uma pesquisa e em breve publicarei aqui no blog.
    Um abraço
    Zailda Coirano

    ResponderExcluir
  5. Jeane é um gênio foi para mim um dos seriados mais divertidos que já curti na tv.Ao rever todos esses atores novamente me emociono!Principalmente a atriz Barbara Eden para mim ela será sempre jeane um gênio!

    ResponderExcluir
  6. Quando eu era criança, tinha uma bronca daquela garrafa que engolia a Jeannie na abertura da série!!! Eu ficava com uma pena da Jeannie, trancada na garrafa e piscando os olhos!! grrrrr...que raiva! Eu amava essa série, a brincalhona Jeannie, e os majores atrapalhados Nelson e Riley, e o Dr. Bellows, sempre se lascando por não conseguir provar as mágicas da Jeannie, he he he...

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia o recado:

1- Se não quiser usar seu nome verdadeiro, invente um apelido.

2- Comentários anônimos serão deletados se contiverem críticas porque considero covardia criticar no anonimato.

3- Deixando seu email você será avisado quando seu comentário for publicado e respondido no blog. Seu email não será publicado.

4- Assine RSS do comentário para acompanhar as respostas ao tópico.

E o mais importante:

Comentários considerados ofensivos não serão publicados.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails